Rede Portuguesa das Cidades Educadoras

O movimento das Cidades Educadoras teve início no ano de 1990, em Barcelona, onde um grupo de cidades, com o objetivo de trabalhar conjuntamente em projetos e atividades para melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes, outorgou uma série de princípios, sintetizados na Carta das Cidades Educadoras, assumindo-os como modelo de atuação.

O pedido de adesão do Município de Santo Tirso à Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), e por inerência à Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras (RTPCE), foi concretizado em 4 de novembro de 2010, vindo a ser aceite e ratificado em Assembleia Geral de 18 de março de 2011.

Nessa sequência, o Município de Santo Tirso firmou o compromisso de, através das suas políticas, procurar desenvolver as suas potencialidades educativas, contribuir para o debate e partilha de ideias, problemáticas e experiências entre as cidades educadoras e colaborar com os restantes parceiros nos projetos de estudos e atividades a desenvolver neste âmbito.

Este propósito não tem vindo a ser descurado, tendo sido várias as participações realizadas pelo nosso município desde a referida adesão:

- Encontros Nacionais da rede, dois por ano, como espaços de formação, de partilha de boas práticas e de debate sobre o funcionamento da Rede. Nestes encontros participam Autarcas, Técnicos e outras Entidades convidadas, estas, na condição de observadoras. Nos intervalos dos Encontros Nacionais poderão ter lugar Encontros Temáticos, com periocidade e temática a ser definida pela Comissão de Coordenação;

- Congressos Nacionais, de dois em dois anos, alternando com a realização dos Congressos Internacionais da AICE, que promovem o debate concetual, intercâmbio de ideias e boas práticas de trabalho entre as Cidades da Rede Territorial Portuguesa;

- Participação em Congressos Internacionais, através de apresentação, por diversos municípios, de comunicações e experiências/boas práticas em painéis temáticos e/ou espaço poster, bem como representação espacial do trabalho desta rede (stand modular) com divulgação de publicações;

- Redes Temáticas/Grupos Temáticos, segundo temas específicos de interesse para o trabalho dos municípios educadores, propostos pela Comissão de Coordenação ou por outros municípios da Rede Territorial Portuguesa;

- Apoio a novas adesões, de entre outras modalidades, pelo envio, de documentação e informação diversa para os diferentes serviços, entidades e municípios do país e países lusófonos;

- Divulgação dos trabalhos da Rede e da AICE: Banco Internacional de Documentos das Cidades Educadoras, com sede em Barcelona, que contém documentos e experiências educadoras desenvolvidas por cada município da AICE; Boletim da Rede Territorial Portuguesa, veículo de reflexão sobre questões da urbe educadora, difusão e partilha de boas práticas e eventos dos municípios e ainda espaço de informação da Comissão de Coordenação e AICE;

Consulte o Portal da Rede Portuguesa – aqui.